21785B43-E5E1-4956-9EF3-588C62071D6B.png

FOTO: ANDREIA BALEIZÃO

TATI PERRONE

ARTISTA,  PSICOMOTRICISTA

E CRIADORA DA DANÇA EMBALAIÊ

 

Após vários anos de trabalho nas áreas da educação, das artes que envolvem o movimento, e da psicomotricidade, desenvolvi esta abordagem chamada embalaiê.

A MINHA FORMAÇÃO E O MEU TRABALHO.

Desde muito nova, sempre estive envolvida com as artes, em especial com o teatro e a dança. Fiz formação em Magistério, me tornando como Professora Primária (como era chamada na altura o que hoje é o Primeiro Ciclo), e paralelamente ao magistério, fiz teatro amador, achando inicialmente que era apenas mais um lazer. 

Aos poucos fui percebendo que o teatro, a dança e a música eram instrumentos preciosos para a sala de aula com meus alunos do primeiro ciclo. Por se tratar de um colégio onde a maior parte dos alunos iam às aulas basicamente para comer (e alguns para levar um pedaço de pão aos pais...), era dificil captar a atenção deles para o estudo da matemática, do português, das ciências, história ou geografia... Mas nas artes encontrei o melhor dos métodos de ensino que vi até hoje: música para a aprendizagem da matemática e do português, expressão corporal e teatro para a história, muita brincadeira e experiências para a geografia e ciências. Naquele momento ainda não sabia a preciosidade que tinha nas mãos... 

Mais tarde, as artes acabaram por me tirar das salas de aula, e comecei a trabalhar coordenando um espaço cultural de uma ONG que também utilizava as artes como veículo onde crianças, jovens e famílias eram tiradas de um caminho que poderia levá-las à marginalidade, mas felizmente viram através de diversas formas artísticas que tinham um imenso valor e muito talento!

Paralelamente ao trabalho de coordenação deste centro cultural, dei aulas de dança e expressão corporal em diversos locais e para diferentes idades, passando desde às crianças até ao público sénior. 

 

 

 

 

 

 

Em 2005 cheguei em Lisboa, onde venho trabalhando em diversas escolas de dança e participando de Festivais dentro e fora de Portugal. 

Foi aqui que iniciei uma outra jornada de trabalho com pessoas com necessidades educativas especiais que foi o Grupo de Teatro Crinabel, onde estive a trabalhar durante 8 anos e no centro educativo e desenvolvimento António Aurélio da Costa Ferreira – Casa Pia de Lisboa, que estive a fazer um trabalho de movimento corporal  para crianças, jovens e adultos surdo cegos.

Foi também em Portugal que concluí a Licenciatura em Reabilitação Psicomotora na Faculdade de Motricidade Humana - Universidade de Lisboa. 

Desde o primeiro ano do curso vi a possibilidade de vir a trabalhar com bebés e crianças na área da Promoção do Desenvolvimento dos Bebés, e desde então comecei a pesquisar mais profundamente como unir a Educação, a Dança, a Expressão Corporal e a Psicomotricidade, e o resultado desse estudo e pesquisa teórico-prática me levaram ao que hoje, com muito amor, orgulho e alegria chamo de EMBALAIÊ - A DANÇA NO DESENVOLVIMENTO DOS BEBÉS DOS 0 AOS 3 ANOS. 

Claro que teria muito mais a falar desse percurso profissional que conta com mais de 25 anos de experiência, mas penso que o mais importante... já foi dito!

Até já!!